Faça o download!

Basta clicar no botão abaixo.

Relatório Unisys Security Index™ 2019

 

Estudo inédito da Unisys indica que o índice de preocupação dos brasileiros cresceu cinco pontos no Brasil desde 2018, chegando a 190, e é o mais alto dos últimos seis anos

___________________________________________________________________________________

 

O Brasil atingiu 190 pontos no Unisys Security Index™ medido em 2019, aumento de cinco pontos em relação ao ano anterior. O índice é projetado numa escala que vai de zero a 300 (sendo o zero mais seguro e 300, menos). O resultado mostra que a sensação de insegurança no País aumentou e é a maior em seis anos, mas ainda é inferior à de outros países latino-americanos pesquisados, entre eles Colômbia, Chile e México.

 

Segurança pessoal manteve-se em destaque no rol de preocupações dos brasileiros. O tema vem crescendo em importância graças a um receio maior em relação a roubo de identidade, que foi a principal preocupação listada por aqui: três em cada quarto pessoas (76%) dizem-se extremamente ou muito preocupadas com o assunto. Em seguida, vem a fraude bancária ou de cartão de crédito, vista como ameaça séria por 75% da população.

 

Já o receio com ameaças relacionadas à segurança nacional, embora seja historicamente a que gere menor preocupação entre os brasileiros, cresceu nos últimos anos. Um total de 62% dos entrevistados se diz seriamente preocupado com a possibilidade de desastres naturais, alta de 14 pontos em relação a 2018.

 

Quanto às ameaças cibernéticas, a ocorrência delas se mostrou particularmente elevada no Brasil. Nada menos que 85% dos entrevistados já foram vítimas de ao menos um tipo de ameaça cibernética ou conhecem alguém que foi. Ressalta-se que 39% relataram terem sido vítimas de fraude bancária ou de cartão de crédito.

 

Nesse cenário, a população brasileira recebeu bem a recente lei que cria o Documento Nacional de Identificação (DNI), que vai unificar vários documentos no País e prevê o uso de tecnologias biométricas em sua implementação. Sete em cada dez brasileiros (69%) acreditam que a medida vai trazer mais segurança a seus dados pessoais. Houve também apoio popular à nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. No entanto, embora a regulamentação seja bem-vinda, 20% dos brasileiros não acreditam que a lei seja capaz de proteger informações pessoais de milhares de consumidores, utilizadas por empresas e órgãos públicos.

 

A pesquisa analisou, ainda, que grandes eventos, como shows e Copa do Mundo, são motivo de preocupação para os brasileiros, que acreditam no risco de agressão (72% dizem-se seriamente preocupados com essa possibilidade) durante essas ocasiões. Os entrevistados temem também a segurança de seus dados pessoais (70% dizem-se seriamente preocupados) e das informações bancárias ou de cartões de crédito (71% dizem-se seriamente preocupados) quando inseridas em redes Wi-Fi públicas.

 

Como resultado, metade (exatos 50%) dos respondentes brasileiros disseram que hoje pensam duas vezes em ir a grandes eventos: 29% já desistiram de comparecer em certas ocasiões e apenas um em cada quarto (24%) decidiu ir apesar dos riscos. Nesse grupo, boa parte relatou ainda que toma cuidados extras, como proteger carteiras e dispositivos móveis, para garantir a segurança de seus bens durante os eventos.

Afiliada:

abracom-logo2.png
abradi_sp.png
conrerp-2-logo-paginas-conteudo.png

Rua Alcides Ricardini Neves, 12

Cjs 1005/1009 – Brooklin

04575-050 – São Paulo – SP

(+55 11) 5102-5252

advice@advicecc.com

rh@advicecc.com

© ADVICE Comunicação Corporativa 2007-2018